Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Augusta Longbottom


Augusta Longbottom
  • sexo = Feminino
  • cabelos = desconhecido
  • olhos = desconhecido
  • família = filho - Frank Longbottom, nora - Alice Longbottom, neto - Neville Longbottom
  • lealdade = Albus Dumbledore


Visão GeralEditar

Augusta Longbottom, a quem Neville se refere como "Vó", é ela quem cria Neville.

Papel nos LivrosEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

A Pedra FilosofalEditar

Nós vemos Augusta na Plataforma em King´s Cross, dando a bronca em Neville porque ele perdeu seu sapo, Trevor. Augusta, mais tarde manda um Lembrol para Neville, que Draco tenta roubar dele.

A Câmara SecretaEditar

No café da manhã do primeiro dia de aula, Neville comenta que está aguardando pelas corujas correio, porque a Vó (Augusta) ia mandar para ele algumas coisas que ele havia esquecido. Quando as corujas chegam, Errol traz um Berrador para Ron. Neville avisa a ele para abrir logo, porque ele recebeu um da Vó e não abriu, com conseqüências terríveis.

O Prisioneiro de AzkabanEditar

Descobrimos que a coisa que Neville mais teme é Severus Snape, portanto, quando ele está se preparando para enfrentar o bicho-papão, ele espera que a criatura apareça como Snape. Para tornar o bicho papão mais divertido, o Professor Lupin sugere que o garoto o imagine vestido como sua Avó, usando o chapéu com um urubu empalhado, carregando uma bolsa vermelha grandona, e usando um vestido verde longo.

Depois que o quadro da Mulher Gorda é destruído por Sirius Black, ele é substituído por Sir Cadogan. Por causa da segurança, Sir Cadogan solta uma nova senha a cada poucas horas. Neville que tem dificuldade de lembrar das senhas, as anota num pedaço de papel, que depois ele perde, e Sirius Black o encontra com a ajuda do gato de estimação de Hermione. Sirius usa a lista para entrar na Torre da Gryffindor. Embora nada de mal tenha acontecido, Neville fica em desgraça pelo resto do ano, como parte de seu castigo, Augusta manda um Berrador, que ele recebe no café da manhã dois dias depois.

O Cálice de FogoEditar

Harry descobre porque Augusta é quem cria Neville. Os pais do garoto, Frank e Alice, foram torturados até a loucura por Bellatrix, Rodolphus e Rabastan Lesgrange e por Barty Crouch Jr. O Professor Dumbledore diz a Harry, que quem deve contar essa história é Neville e pede a ele que não conte a mais ninguém.

A Ordem da FênixEditar

No Hospital St. Mungo, onde foram visitar Arthur Weasley, Harry, Ron, Hermione e Ginny acabam por engano visitando Gilderoy Lockhart. Os pais de Neville, por acaso estão na mesma ala hospitalar e Neville e Augusta os estão visitando. Augusta reconhece Harry imediatamente, diz que Neville fala muito bem de Hermione e gosta muito da família Weasley. Quando a mãe de Neville, carinhosamente, lhe dá um papel de bala, Augusta não dá atenção mas, Neville obviamente, planeja guardá-lo.

O Enigma do PríncipeEditar

Neville se sai razoavelmente bem em Feitiços e está preparado para os N.I.E.M.s desse ano, mas diz que sua avó considera Feitiços uma opção muito fraca. A Professora McGonagall conta que Augusta foi mal no N.O.M. de Feitiços, e que é por isso que Augusta está fazendo pouco do curso. Neville fica muito animado ao descobrir isso.

As Relíquias da MorteEditar

Quando Harry, Ron e Hermione retornam a Hogwarts, são recebidos por Neville. Neville sofreu nas mãos dos novos funcionários da escola, tanto por ser contra o uso cada vez mais comum das Artes das Trevas, como por recriar a Armada de Dumbledore. Os Comensais da Morte já sabem que podem chegar aos adultos seqüestrando seus filhos, agora decidem tentar o oposto, tentando controlar os filhos (ou netos, nesse caso Neville) seqüestrando o adulto (Augusta). Nesse caso, o feitiço vira contra o feiticeiro, porque Augusta bota Dawlish no St. Mungo e foge. Antes de partir, no entanto, ela deixa clara a imensa satisfação em ver que Neville está se saindo super bem.

Augusta é a última pessoa a passar pelo túnel do Cabeça de Javali, depois de Aberforth abandonar o lugar para se juntar à batalha. Tendo o túnel fechado, ela vai se juntar à Neville.

Pontos FortesEditar

Augusta tem uma personalidade muito forte. Ela é dura e tem grandes esperanças em Neville, que nem sempre agiu de acordo com suas expectativas. No entanto ela fica muito orgulhosa da liderança de Neville na Armada de Dumbledore e da resistência deles aos Comensais da Morte, que controlam Hogwarts no sétimo ano deles.

Pontos FracosEditar

A Professora McGonagall conta para Neville que Augusta foi mal em Feitiços nos exames N.O.M.s; essa parece ser a única fraqueza dela na opinião de Neville.

Relacionamentos com Outros PersonagensEditar

Augusta é uma pessoa reservada e é difícil saber o que ela pensa das outras pessoas. Vimos que ela se preocupa com seu filho e sua nora, porque sempre os visita no hospital. Ela é definitivamente, pouco sentimental com relação a eles do que Neville, uma vez que Neville planeja guardar o papel de bala que sua mãe lhe deu, enquanto que Augusta não deu importância. No entanto, ela demonstra muito orgulho do comportamento de Neville durante o último ano de Hogwarts, e a maneira como ela expressa seu orgulho nos faz crer que ela tem grande preocupação com Neville e seu progresso.

Augusta parece ter algum relacionamento com Minerva McGonagall. A julgar pela idade das duas, assim como o fato de que McGonagall sabe das notas de Augusta nos N.O.M.s, é provável que elas tenham frequentado Hogwarts juntas. Os fãs em geral acreditam que as duas bruxas eram amigas quando estavam em Hogwarts.

AnáliseEditar

Augusta é um personagem menor, e não há necessidade de ser analisada em detalhes; no entanto, quem ela é e como se sente com relação a Neville, com toda a sua complexidade, é importante para o desenvolvimento de Neville. Neville, é claro, é um personagem principal, ele tem um papel importante na sua interação com o Trio, desde o primeiro livro. Entender Augusta, mesmo tendo tão pouca informação, é definitivamente importante para compreender Neville, em especial sua insegurança inicial, e seu rápido desenvolvimento, que começa no livro A Ordem da Fênix. Mesmo que se concorde com a suposição de Harry, de que o súbito interesse de Neville em magia defensiva tenha ocorrido por causa da fuga em massa de Azkaban, o fato de continuar a melhorar, depois da sua espetacular exibição na Batalha do Ministério nesse livro, certamente é devido à aprovação de Augusta de suas ações na batalha. Não ouvimos os comentários de Augusta com Neville depois da batalha, mas ela expressa seu orgulho por Neville para Harry, no último livro; isso leva o leitor a acreditar que Augusta abrandou seu olhar crítico sobre Neville, quando ele começou a mostrar sua habilidade em magia defensiva sob a supervisão de Harry.

PerguntasEditar

  1. Por que Augusta escolheu usar um urubu empalhado em seu chapéu?

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar