Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Horace Slughorn

Horace E. F. Slughorn
  • sexo = Masculino
  • cabelos = calvo, eram louros dourados
  • olhos = desconhecido
  • família = desconhecido
  • lealdade = Albus Dumbledore

Visão GeralEditar

Horace E. F. Slughorn é aposentado, já foi diretor da Slytherin e antigo professor em Hogwarts. Por causa da dificuldade de encontrar professores depois da saída de Dolores Umbridge e da má fama do cargo de professor de DCAT, Dumbledore o convence a deixar a vida de aposentado e voltar a ensinar em Hogwarts.

Slughorn é um velho corpulento e elegante com maneiras simpáticas, um grande bigode e uma voz profunda.

Papel nos LivrosEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

O Enigma do PríncipeEditar

O Professor Dumbledore retira Harry da casa dos Dursleys com apenas duas semanas de férias de verão. Quando eles partem para a Toca, Dumbledore comenta que encontrou um professor e que eles irão parar para visitar alguém que ele quer convencer a ficar com o emprego.

Na cidade de Budleigh Babberton, eles encontram uma casa que, aparentemente foi alvo de um ataque: a porta aberta para trás, móveis destruídos, aparentemente sangue espalhado pelas paredes. Dumbledore, observando a destruição, espeta uma poltrona virada com a ponta de sua varinha; acontece que a poltrona era um homem gordo, que é então apresentado como Horace Slughorn. Perguntando como Dumbledore descobriu, este comenta que, se o ataque tivesse sido real, a Marca Negra (Morsmordre) estaria flutuando sobre a casa; Slughorn admite ter esquecido disso, mas diz que foi tudo feito com muita pressa e ele estava no banho quando o detector avisou.

Os dois limpam a casa, então Dumbledore apresenta Harry, e pergunta a Slughorn se ele deseja seu antigo emprego de volta. Slughorn resmunga em dúvida, dizendo que está preocupado porque se sair de seu esconderijo pode fazer dele um alvo dos Comensais da Morte. Dumbledore então se retira para ir ao banheiro. Slughorn então começa a conversar com Harry, falando sobre sua mãe, Lily Evans como ela chamava, dizendo que ela foi uma de suas alunas favoritas embora tivesse nascido Trouxa. Ele admite ter uma inclinação para os estudantes de sangue puro, e menciona que isso é natural uma vez que foi diretor da Slytherin. Depois ele fala de sua ligação com o mundo mágico, com os esportes e o Ministério; Harry pergunta se ele tem estado a par das coisas desde que se retirou. Slughorn admite que seu padrão de vida caiu desde que ele se escondeu no ano anterior. Harry afirma que Hogwarts é tão segura quanto qualquer outro lugar; talvez, até mais, porque afinal, Dumbledore é o único bruxo que se acredita que Voldemort teme.

Dumbledore volta do banheiro, dizendo que se distraiu com uma das revistas que estava no banheiro, e se prepara para partir. Quando ele e Harry se dirigem para a porta, Slughorn muda de idéia e aceita o emprego de professor que Dumbledore ofereceu.

Quando eles viajam para a Toca, Dumbledore conta a Harry que antigamente, Slughorn mantinha um clube de alunos em Hogwarts, chamado de "Slug Club", cujos membros eram ou muito habilidosos ou bem relacionados. Era esse grupo que lhe garantia as ligações que ele precisava para manter os confortos de que ele tanto gostava. Dumbledore sugere que ele pode querer voltar a fazer o grupo quando voltar, e que Harry certamente será a estrela do grupo, nesse caso. Parece que Dumbledore estava certo, uma vez no Expresso de Hogwarts, indo para escola, Harry e Neville são convidados para uma reunião no compartimento de Slughorn, junto com diversos outros alunos que têm parentes importantes. Slughorn parece estar tentando saber o que aconteceu no Departamento de Mistérios, mas quando Harry permanece em silêncio, Slughorn começa a rememorar fatos antigos e entretém os alunos até que cheguem a Hogwarts.

Na Festa de Boas Vindas, Harry junto com muitos outros, fica satisfeito ao saber que Slughorn vai dar aulas de Poções e que o Professor Snape ficou com o cargo de professor de DCAT, que ele tanto quis durante muito tempo. Para Harry a grande vantagem é que com Slughorn mesmo suas notas (que Snape não aceitaria) vão ser aceitas e ele pode voltar a sonhar com o emprego de Auror.

Na primeira aula de Poções, então, Harry e Ron precisam de livros (porque com Snape eles não fariam essa aula e não compraram os livros). Slughorna pega uns livros usados no armário e dá a eles. Slughorn tinha preparado diversos caldeirões de poção, e pede a turma para identificá-los. Hermione identifica quatro deles ganhando 30 pontos para a Gryffindor, e a admiração de Slughorn. O professor depois pede que eles façam a Poção do Morto Vivo, Harry, olhando em seu livro emprestado de Poções, repara que o dono anterior fez diversas anotações; seguindo essas notas, ele descobre que seus resultados são muito melhores que os de Hermione. Slughorn lhe dá parabéns pela sua habilidade em Poções, dizendo que ele é claramente filho da mãe dele; ela foi a melhor aluna de poções em sua turma naquele ano. Como Harry fez o melhor exemplo de poção, ele ganha como prêmio um vidro da poção Felix Felicis que vai lhe trazer sorte durante doze horas, é a Sorte Líquida. O uso constante do livro usado faz Slughorn pensar que Harry é extremamente talentoso em poções. Harry não quer perder os ensinamentos do livro, então quando o novo livro chega na Floreios e Borrões, ele entrega o novo para o professor e mantém o velho cheio de anotações para si mesmo.

Retornando de uma visita a Hagrid, depois dos testes de Quadribol, Harry, Ron e Hermione encontram Slughorn na entrada do castelo, que convida Harry e Hermione para uma festinha, “apenas poucas estrelas em ascenção”, enquanto ignora Ron que está de pé ao lado deles. Harry se desculpa dizendo que tem um castigo a cumprir com Snape e Slughorn diz que vai tentar resolver esse pequeno aborrecimento e vai embora, mas não conseguiu resolver nada.

Na primeira visita do ano a Hogsmeade, Harry, Ron e Hermione dão de cara com Slughorn na Dedos de Mel. Slughorn novamente convida Harry e Hermione para uma festinha, de novo ignorando Ron. Harry, outra vez se recusa porque tem uma aula marcada com Dumbledore para essa noite. Harry continua a evitar as festinhas de Slughorn marcando os treinos de Quadribol para os dias das festinhas. Hermione mais tarde, comenta que as festinhas do professor não são tão ruins assim, e que Harry poderia pelo menos ir na festinha do Natal. Ela acrescenta que ele poderia levar alguém, o que causa um certo atrito entre ela e Ron. Harry dá um jeito de evitar as garotas que ficam tentando uma maneira de conseguir ir à festa de Slughorn com ele, e convida Luna Lovegood. Hermione decide convidar Cormac McLaggen no intuit de irritar Ron, que está profundamente envolvido com Lavender. Quando Harry e Luna chegam à festa, vão direto falar com Hermione que já está tentando de todas as maneiras evitar Cormac. Eles começam a discutir sobre a Professora Trelawney, e Harry e Hermione ficam muito entretidos com as teorias de Luna sobre conspirações no Ministério. Filch chega com Draco Malfoy, que ele encontrou vagando pelos corredores; o Professor Slughorn resolve que ele deveria estar tentando entrar de penetra na festa e, gentilmente o convida para ficar. Logo depois Draco e Snape saem para uma conversa particular, e Harry sai para ouvir a conversa. Se ele volta à festa depois, não sabemos.

Imediatamente depois do Natal, acontece uma das aulas particulares com Dumbledore, Harry vê a lembrança de Slughorn dos dias em que o Slug Club incluía Tom Riddle. A lembrança que mostra Tom perguntando sobre Horcruxes, está obviamente editada, uma vez que nenhuma das respostas de Slughorn aparecem. O Professor Dumbledore diz que Harry é o único preparado para recuperar essa lembrança de Slughorn, e pede a ele que o faça, dizendo que é possível que essa seja a coisa mais importante que Harry faça no ano inteiro. Algum tempo depois, o Professor Slughorn dá aos alunos a tarefa de determinar e preparar um antídoto para um mix de poções mágicas. Harry encontra uma nota rabiscada em seu livro (usado) que diz “Simplesmente enfie um Bezoar pela garganta abaixo”. Nos momentos finais da aula, Harry encontra um Bezoar no armário de ingredientes. Quando o tempo termina, ninguém achou uma solução completa, nem mesmo Hermione. Harry exibe o Bezoar para choque total de Hermione e a alegria de Slughorn. Slughorn, distraído joga o Bezoar dentro de sua bolsa. No final da aula, Harry pergunta a Slughorn sobre Horcruxes, mas Slughorn irritado insiste em que nada mais há no episódio, além do que Dumbledore já viu, e sai da sala rapidamente. Desde que Harry fique fora do assunto Horcruxes, Slughorn permanece amigável, mas que está aguardando por uma das festinhas, fica frustrado porque não acontece nada. E, durante meses, Slughorn evita qualquer situação onde possa ficar sozinho com Harry.

Harry ganhou uma caixa de Caldeirões de Chocolate de Romilda Vane, que estava ansiando por um convite para a festa de Natal de Slughorn. Avisado por Hermione para tomar cuidado com as poções de amor, Harry deixou o presente guardado em seu malão. Depois, procurando dentro do malão, ele tirou a caixa e Ron, que tinha feito aniversário, achou que era um presente seu e comeu dois. Harry vendo Ron apaixonado por Romilda, o levou para o escritório de Slughorn para conseguir um antídoto. Slughorn expressa surpresa, como um artesão de poções tão talentoso quanto Harry não preparou seu próprio antídoto, mas logo preparou uma poção, que administra a Ron que fica logo curado e bastante aborrecido. Slughorn então oferece a eles "oak-aged mead" uma bebida que ele diz que comprou para dar de Natal a Dumbledore, mas esqueceu. Harry observando Ron enquanto ele vira o copo cheio vê que o veneno na bebida está fazendo efeito. Slughorn, chocado, só consegue gaguejar e balbuciar enquanto Ron cai; Harry lembrando do Bezoar que Slughorn botou na sua bolsa, procura e acha o Bezoar que enfia pela garganta de Ron bem na hora. Na ala hospitalar depois, onde estão visitando Ron, Hermione, Harry, Ginny e os gêmeos especulam porque Slughorn teria envenenado a bebida, em primeiro lugar, e depois, quem ele estava tentando envenenar. Houve sugestões que ele poderia ser um Comensal da Morte, ou simpático a eles e estivesse tentando envenenar Harry; mas Harry comenta que Slughorn comentou que a bebida estava destinada a Dumbledore.

No dia do teste de aparatação em Hogsmeade, Slughorn descobre que apenas três alunos permanecem na aula de poções: Harry, Draco e Ernie Macmillan. Então, ele decide fazer uma aula diferente, cada um deles deve criar sua própria poção, a sua escolha. Harry pensando em amaciar o humor de Slughorn e fazê-lo soltar a língua, escolhe fazer o Elixir da Euforia. Slughorn quando vê que Harry terminou e cheira a poção, vai embora correndo antes que Harry possa convencê-lo a provar.

Uma manhã, Harry, Ron e Hermione estavam discutindo como conseguir a lembrança de Slughorn e decidiram que o melhor era usar um pouco da Felix Felicis que Harry ganhou no primeiro dia de aula. Enquanto discutiam isso, Harry recebeu um bilhete de Hagrid que dizia que Aragogue tinha morrido, e pedindo a Harry para ir até lá para o funeral. Não tendo conseguido convencer Slughorn a lhe dar a lembrança naquela tarde, Harry toma a Felix Felicis e decide ir ao funeral de Aragogue para horror de Ron e de Hermione. No caminho, ele decide passar pelas estufas, onde por sorte, dá de cara com Slughorn. Ele resolve dizer a verdade ao professor sobre o motivo de estar ali; Slughorn, interesseiro, pensando no valor do veneno de Acromântula, não apenas decide não punir Harry por estar fora do castelo, mas decide ir junto à cabana de Hagrid, levando umas garrafas de cerveja. Depois de Aragogue ser sepultado, Slughorn, capricha nas doses de bebida, conseguindo que tanto ele quanto Hagrid fiquem bêbados; Harry, por sorte, bebe bem pouco, vai usando magia para reencher as garrafas sem os dois perceberem, e finalmente convence Slughorn, que está tão bêbado, que não vai lembrar de nada no dia seguinte, a liberar a lembrança que Dumbledore tanto precisa. Vendo a lembrança junto com Dumbledore logo depois, Harry descobre que nesse episódio, em particular, Tom Riddle conseguiu algumas informações de Slughorn sobre os Horcruxes, e perguntou sobre a possibilidade de fazer diversos Horcruxes. Em particular, Tom sugeriu que sete seria um número mágico especial, e ficou imaginando que sete partes da alma iriam oferecer mais garantia de imortalidade do que duas. Slughorn ficou horrorizado com essa idéia.

Harry perde o livro texto que pertenceu ao Príncipe Mestiço, o deixando na Sala Precisa, para evitar que fosse confiscado pelo Professor Snape e, com isso, sua habilidade em Poções decresce rapidamente. No entanto como, ao mesmo tempo todos sabem que ele está namorando Ginny, Slughorn atribui sua distração ao amor, muito comum na idade de Harry.

No final do livro, logo após a partida de Snape, um encontro dos quatro Diretores das Casas teve que ser feito. Como Snape não estará mais presente para dirigir a Slytherin, Slughorn fica em seu lugar. Slughorn está em choque com os atos de Snape e diz que imaginava conhecer Snape. Ele diz que com a morte de Dumbledore, as pessoas não vão mandar mais seus filhos para Hogwarts, mas ele é a favor de manter a escola aberta.

As Relíquias da MorteEditar

Aparentemente o cargo temporário como diretor da Slytherin se tornou permanente para Slughorn, porque o vemos se apresentar (um tanto lentamente) para a Professora McGonagall, quando ela chama os diretores das Casas. Como Snape foi mesmo embora, a Professora McGonagall diz ao Professor Slughorn claramente que ele deve decider se fica com a escola ou com os Comensais da Morte. Slughorn escolhe a escola e é visto junto com McGonagall e Kingsley Shacklebolt, duelando contra Voldemort, pouco antes do confront final de Harry.

Pontos FortesEditar

Ele, sem dúvida tem uma habilidade incrível de escolher alunos com futuro promissor, que lhe propiciam muito bons contatos. Ele também é extremamente hábil em Poções, e, de acordo com Dumbledore, é um bruxo muito capaz. Ele tem bom caráter e é ocasionalmente generoso com as pessoas de quem gosta.

Pontos FracosEditar

Sua saúde é fraca. Ele mostra um favoritismo por alunos talentosos e também é um tanto ganancioso e guloso. Ele gosta de se tratar bem, apreciando em excesso bebidas caras, boa comida e boas roupas.

Relacionamentos com Outros PersonagensEditar

Horace Slughorn é mostrado como o clássico arrivista social. No primeiro encontro do Slug Club nós o vemos dispensando um aluno porque ele não se dá bem com um parente famoso. Ele vive tentando trazer Harry para sua órbita, fingindo que é só amabilidade. Ouvimos que ele tem contatos constantes com as pessoas mais famosas do mundo mágico e vemos alguns deles em vários encontros do Slug Club. Também percebemos que esses relacionamentos são baseados naquilo que podem trazer de vantagem para Slughorn; ele parece apenas querer aumentar seu status se associando com pessoas de alto status. Difícil determinar se a relação de Slughorn com Dumbledore é baseada na posição social de Dumbledore ou no respeito pelas habilidades do diretor. Dumbledore parece gostar de Slughorn, mas acha interessante avisar a Harry, indiretamente, sobre o professor e seu Slug Club. Notamos de passagem que Tom Riddle foi um membro dos primeiros encontros do Slug Club. Isso sugere que Slughorn talvez não seja um juiz de caráter dos mais espertos. Como desculpa, no entanto, já ouvimos de Dumbledore que Tom era muito agradável e ouvimos de ambos, Tom e Dumbledore, que o único professor que não foi enganado por sua personalidade cativante foi justo Dumbledore.

AnáliseEditar

Nos artigos sobre Avery, Rabastan Lestrange e Rodolphus Lestrange, percebemos que na lembrança de Slughorn do episódio em que Riddle pergunta sobre Horcruxes, Slughorn se dirige a alguém chamado Avery e a alguém de nome Lestrange. É obvio que são alunos colegas de Riddle, e portanto devem ter por volta de 65 anos quando se passa o livro seis, se ainda estiverem vivos. Lily Evans, numa ocasião menciona que Avery era um amigo de Snape, portanto era aluno na mesma época, então teria por volta de trinta anos, a idade de Snape. Determinar a idade de Rabastan e Rodolphus é um pouco mais complicado, mas Rodolphus casou com Bellatrix, que é irmã de Narcissa Malfoy, que é casada com Lucius Malfoy, que era monitor quando Snape foi selecionado na sua chegada a Hogwarts. Daí podemos deduzir que Rabastan e Rodolphus são pelo menos da mesma geração de Snape dando a eles por volta de trinta anos, com a diferença para mais ou menos, de dez anos. De tudo isso podemos inferir que o Avery mencionado por Slughorn deve ser o pai do Avery que tem papel ativo na história e que o Lestrange mencionado pode ser o pai de Rabastan e Rodolphus.

PerguntasEditar

  1. É melhor esconder as coisas que você fez errado ou tentar resolvê-las na mesma hora? Explique sua resposta com os acontecimentos da vida do Professor Slughorn. (Pista: a lembrança de Slughorn)
  2. Quais são as coisas que Slughorn procura nas pessoas que ele chama para seu Slug Club?

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar