Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Kingsley Shacklebolt


Kingsley Shacklebolt
  • sexo = Masculino
  • cabelos = não tem
  • olhos = desconhecido
  • família = desconhecido
  • lealdade = Ordem da Fênix; Albus Dumbledore

OverviewEditar

Kingsley Shacklebolt é um Auror altamente qualificado, que trabalha no Ministério da Magia; ele também é membro da Ordem da Fênix.

Papel nos LivrosEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

A Ordem da FênixEditar

A primeira vez que nós vemos Kingsley Shacklebolt, ele é apresentado a Harry como parte da Guarda Avançada, parte da Ordem da Fênix, que lá estava para escoltar Harry da Rua dos Alfeneiros para o quartel general da Ordem em Grimmauld Place. Também é mencionado que ele está à frente da busca do Ministério por Sirius Black, o que lhe dá a oportunidade de dar importância aos rumores mais errados sobre o fugitivo.

Quando Arthur Weasley acompanha Harry para a audiência no Ministério, eles passam em frente à Divisão dos Aurores. Kingsley pede que ele pare e lhe dê informações sobre qualquer veículo voador que tenha sido reportado, algo que é da competência de Arthur, uma vez que acreditam que Sirius Black possa estar usando ainda sua moto voadora. Falando baixinho, Arthur o convida para jantar no quartel general, e Kingsley diz que Sirius pode estar interessado num artigo da revista que ele está entregando a Arthur. (Mais tarde ficamos sabendo que Harry adivinha que, a revista em questão é O Pasquim), que contém uma história sobre Sirius ser de fato, um tal de Stubby Boardman, a popular cantor.)

Kingsley é um dos dois Aurores que acompanham Cornelius Fudge até o escritório do Professor Dumbledore na tentativa de expulsar Harry por violar um Decreto Educacional. Kingsley, discretamente altera a memória da testemunha de Dolores Umbridge, de modo que a evidência contra Harry não existe mais. Ele dá uma bronca em Umbridge, quando ela começa a sacudir fisicamente essa testemunha (Marietta Edgecombe). Na tentativa de prender Dumbledore, ele não faz nada, mas permite que seja derrubado junto com Fudge, Umbridge e seu colega Auror Dawlish.

Ele também é um dos membros da Ordem que chega no Departamento de Mistérios para ajudar Harry e seus amigos. Aqui o vemos derrubar dois Comensais de Morte de uma vez, incluindo Augustus Rookwood. Mais tarde ele é visto duelando com Bellatrix Lestrange, depois que ela mata Sirius, mas ele é derrotado e ferido logo depois.

O Enigma do PríncipeEditar

É mencionado que Kingsley Shacklebolt se tornou assistente do Primeiro Ministro Trouxa, para poder proteger o Primeiro Ministro em caso de ataques de Magia Negra.

As Relíquias da MorteEditar

Kingsley visita Vernon Dursley, no verão junto com Arthur Weasley que diz a ele que a proteção mágica de Harry vai terminar quando ele fizer 17 anos, e que a família Dursley pode estar em risco. Eles oferecem os serviços de alguns membros da Ordem da Fênix para esconder e proteger os Dursleys. Vernon, mais tarde comenta sua insatisfação com os arranjos; parece que ele viu Kingsley na TV, como secretário do Primeiro Ministro Trouxa, e certo de sua proximidade com o poder, ele quer saber porque Kingsley não ficou como protetor da família de Vernon.

É mencionado que Kingsley Shacklebolt e Hermione disfarçada como Harry, vão cavalgar num thestrall para criar uma distração quando Harry sair da Rua dos Alfeneiros em direção à Toca.

Um Patronus é enviado para avisar os convidados do casamento de Gui Weasley e Fleur Delacour que o Ministério caiu nas mãos dos Comensais da Morte. O Patronus é aparentemente enviado por Kingsley uma vez que fala com sua voz.

É dito logo após o Natal, que Kingsley tinha usado o nome de Lord Voldemort, e como resultado foi rodeado por Comensais da Morte. Ele lutou até escapar e agora estava fugindo.

Em março, Ron consegue pegar um programa pirata chamado "Potterwatch". Lee Jordan como “River” apresenta "Royal", facilmente identificável como a voz de Kingsley, que dá informações sobre o estado atual do governo do mundo mágico. "Royal" fala sobre pesadas perdas de vidas de Trouxa, e dá os parabéns aos bruxos que aceitaram proteger os Trouxas, em geral sem conhecimento deles.

Entre o final do último livro e o epílogo “Dezenove Anos Depois”, Kingsley se torna Ministro da Magia e faz muitas mudanças que tornam o mundo mágico mais “claro e alegre”.

Pontos FortesEditar

Ele tem a estranha habilidade de se manter calmo em qualquer situação, e como foi dito antes, é um Auror altamente qualificado.

Pontos FracosEditar

Relacionamentos com Outros PersonagensEditar

AnáliseEditar

Não se sabe se Kingsley estava na Ordem da Fênix original, que lutou contra Voldemort durante sua primeira subida ao poder, que terminou, de acordo com os livros há uns quinze anos atrás. Em determinado momento ele é mencionado numa conversa sobre os novos membros recrutados, no entanto ele mesmo não é referido nesse contexto. Outra coisa a se notar é que ele não está na foto original da Ordem, que Moody mostra a Harry. Não podemos considerar isso como regra para dizer que Kingsley não era membro. Como já sabemos, Fabian Prewett e Mundungus Fletcher eram ambos membros nessa época, e mesmo assim nenhum dos dois está na foto. Outra coisa para reparar é que Kingsley aparentemente conhecia James, e parecia ter alguma familiaridade com Lupin. Kingsley tem idade suficiente para ter participado da primeira Ordem, mas baseados no que vemos aqui não podemos dizer conclusivamente se ele era membro ou não.

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar