Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Narcissa Malfoy


Narcissa Malfoy
  • sexo = feminino
  • cabelos = louros
  • olhos = azuis
  • família = Regulus Black
    Sirius Black
    Bellatrix Lestrange
    Andromeda Tonks
  • lealdade = Lucius Malfoy
    Bellatrix Lestrange
    Lord Voldmort.

Visão GeralEditar

Nascida Narcissa Black filha de Cygnus Black e de sua esposa Druella Rosier-Black em 1955, Narcissa era a mais nova das três filhas, Bellatrix e Andromeda eram suas irmãs mais velhas. Ela era prima de Sirius Black e Regulus Black e mais tarde se tornou tia de Nymphadora Tonks, embora não se saiba se ela reconheceu o parentesco, uma vez que sua irmã Andromeda casou com um nascido Trouxa, Ted Tonks.

Os Blacks são uma família bruxa muito antiga com preconceitos rígidos contra os mestiços, nascidos Trouxas e Trouxas, e Narcissa sem dúvida aprendeu esses preconceitos desde muito pequena. Ela tem uma beleza natural deslumbrante, embora menos que sua irmã mais velha, Bellatrix, e, de forma incomum, ela é loura enquanto que a maioria da família Black possui cabelos negros.

Narcissa frequentou a Hogwarts, onde completou sua educação, assim como a maioria dos jovens bruxos da Grâ Bretanha e Irlanda. Mais tarde ela se casou com Lucius Malfoy, herdeiro de uma família rica de sangue puro e eles tiveram apenas um filho, Draco Malfoy.

Narcissa e sua irmã Bellatrix são muito ligadas, e são as únicas a se chamar por seus apelidos, Cissy e Bella respectivamente.

Papel nos LivrosEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

A Pedra FilosofalEditar

Draco Malfoy (antes de sabermos seu nome) menciona sua mãe para Harry Potter na loja de vestes Madam Malkin, no Beco Diagonal.

O Cálice de FogoEditar

Narcissa acompanha Lucius e Draco à Copa do Mundo de Quadribol. Essa é a primeira vez em que a vemos. Harry, mais tarde, pergunta a Malfoy, se o ar de constante desgosto no rosto de sua mãe tem algo a ver com ele (Draco). Isso faz com que Draco tente amaldiçoar Harry, o que por sua vez resulta no Professor Moody transfigurar Draco num furão branco.

A Ordem da FênixEditar

Embora Narcissa Malfoy não tome parte diretamente nesse livro, ela é mencionada como sendo o único membro da família Black em que Monstro ainda confia.

Albus Dumbledore conta a Harry, que no Natal, quando Sirius ordenou que Monstro fosse embora, ele correu para Narcissa, e é provável que tenha contado a Narcissa quanto carinho havia entre Sirius e Harry. Foi essa ligação entre Harry e Sirius, que Voldemort, com a ajuda de Lucius, usou para levar Harry até o Departamento de Mistérios.

O Enigma do PríncipeEditar

Temendo pelo bem estar de seu filho, Narcissa, acompanhada de Bellatrix, sua irmã, visita Severus Snape. Ela tenta arrancar dele a promessa de proteger seu filho, Draco, que aparentemente recebeu de Lord Voldmort uma missão que, parece sem esperança. Eventualmente, Snape é coagido a fazer um Voto Perpétuo com Narcissa, para ajudar o filho dela nessa missão.

Depois nós a vemos comprando os materiais escolares de Draco na loja de vestes de Madam Malkin, onde ela aparece depois que um bate boca entre Draco, Harry e Ron, começado por Draco, fazendo comentários sobre Hermione, começou a ficar quente. Respondendo a ameaça de Narcissa, Harry comenta a prisão de Lucius, e ela responde aludindo friamente à morte recente do padrinho de Harry, Sirius, antes de ir embora com seu filho para a loja Twilfitt and Tatting's.

Durante o ano escolar, Draco fez diversas tentativas falhas de matar Dumbledore, que, eventualmente resultaram na Batalha da Torre de Astronomia, e em Snape cumprindo seu voto com Narcissa.

As Relíquias da MorteEditar

Quando vemos Narcissa nesse livro, ela está no conselho dos Comensais da Morte. Ela, com o marido e o filho, estão sentados no fundo da mesa, distantes de Voldemort. Isso é sinal de que eles perderam a posição dentro da organização. Parece que a família Malfoy está em desgraça, e para a desalento dela, Bellatrix está sentada ao lado de Voldemort.

Quando Harry, Ron e Hermione, junto com Dean Thomas e Grampo são levados para a Mansão Malfoy, seus captores chamam os Malfoy para identificá-los, antes de chamarem o Lord das Trevas. Narcissa não consegue identificar Harry, embora reconheça Hermione, e manda Draco olhar; Draco também tem dúvidas, embora Harry acredite que ele está fingindo duvidar. Bellatrix avisa que Narcissa não chame Voldemort, porque ela viu a Espada de Gryffindor, e acredita que invadiram seu cofre em Gringotes; sabendo que o cofre é o lugar onde tem alguma coisa muito valiosa para Voldemort, Bellatrix tem certeza de que ele ficará furioso ao saber que alguém o invadiu. Bellatrix toma a frente do caso, e a partir daí, Narcissa se recolhe à sua insignificância.

Quando Harry cai na Floresta Proibida, depois de confrontar Voldemort, ele manda Narcissa, provavelmente porque ela estava mais perto, checar se Harry está vivo ainda. Narcissa vê que ele está vivo, e se pergunta se seu filho está vivo, depois mente para Voldemort, dizendo que Harry está morto. Harry imagina que ela fez isso porque, se Voldemort acreditasse que Harry estava morto, ela poderia entrar no castelo para se encontrar com Draco.

A última vez que a vemos é no Grande Salão, depois da batalha. Ela está com Lucius e Draco, de pé, alheia à celebração em volta deles.

Pontos FortesEditar

Embora nem ela, nem Voldemort pensem nisso dessa forma, a capacidade de Narcissa de amar, e seu amor por Draco são pontos muito fortes. O fato do amor por seu filho superar sua lealdade a Voldemort, demonstra que até mesmo dentro do circulo mais próximo de Voldemort, o amor ainda é a força que causa sua derrota final. O amor de Narcissa por seu filho, possivelmente equivalente ao amor de Lily por Harry, dá a ela habilidade de mentir para Voldemort, ao dizer que Harry está morto, embora ele tenha uma pulsação bem visível. Aqui, Narcissa demonstra o tipo de amor que Voldemort nunca compreendeu. Esse tipo que causou sua queda há 17 anos atrás, é a causa de sua derrota no último livro.

Pontos FracosEditar

Durante a cena na Rua da Fiação, no inicio do livro, Narcissa praticamente suplica, para Severus Snape fazer um Voto Pérpetuo, de proteger seu filho, ainda que sua irmã Bellatrix seja totalmente contra. Narcissa faz isso mesmo tendo recebido ordens de Voldemort, de não falar com ninguém sobre a missão de Draco. Seu amor por Draco supera sua obediência ao Lord das Trevas, mesmo podendo causar um desastre para ela no futuro.

Relacionamentos com Outros PersonagensEditar

Narcissa Malfoy é a mulher de Lucius Malfoy e mãe de Draco Malfoy. Ela é muito amiga de sua irmã, Bellatrix Lestrange. Assim como seu marido e filho, ela parece ter um relacionamento de amizade bem próximo com Severus Snape. No mínimo, ela confia nele o suficiente para procura-lo e pedir ajuda.

Narcissa é extremamente crítica, obviamente acreditando que aqueles cujo sangue não é puro, e aqueles que aceitam esses mestiços, são criaturas muito abaixo dela. É possível, que essa necessidade de se sentir superior, a tenha colocado do lado de Voldemort inicialmente; sua ênfase na pureza do sangue combina com o pensamento dela. Podemos imaginar como ela encara o fato de Voldemort ser um mestiço.

AnáliseEditar

Embora Narcissa seja uma participante menor no arco da história, seguida pela família Malfoy, podemos ver os problemas que ela enfrenta junto com seu marido e filho. Quando a vimos pela primeira vez, ela é arrogante, orgulhosa, certa de sua posição no topo do mundo mágico, junto com seu marido Lucius. No último livro, ela está longe de ser a mesma pessoa; ainda acreditando na inata superioridade de sua família, sobre os mestiços e nascidos Trouxas, ela está ciente de que sua família não está mais nas graças de Voldemort, depois de Lucius perder o diário Horcrux, e mais tarde sua prisão. No inicio do último livro, ela junto com toda a sua família, sabem perfeitamente que caíram em desgraça; Draco apenas completou metade de sua missão, e Narcissa quebrou a regra do silêncio ao falar com Snape sobre a missão de Draco. No final do livro, vê claramente que perdeu tudo, exceto Draco, e prefere mentir para Voldemort para ter a chance de reunir sua família. (Embora Lucius ainda esteja vivo, ele nada mais é do que uma concha vazia, não como ele já foi, e Narcissa não parece preocupada com aonde ele está; embora talvez seja porque quando a vemos, ela está na clareira da floresta, e Lucius perto dela.) Não se sabe se Narcissa é ou não uma Comensal da Morte. Durante a rebelião na Copa do Mundo de Quadribol, Draco sugere que ela, (assim como Lucius) estavam entre o grupo de Comensais da Morte que estavam atacando os Trouxas. No entanto, no fim do livro, ela não parece ser um dos Comensais da Morte chamados para o cemitério em Little Hangleton, e Lucius é um deles. Mais tarde, sob as ordens de Voldemort, ela consegue as informações de Monstro, que levam Harry ao Departamento de Mistérios, ainda assim ela não é mandada até lá com seu marido ou sua irmã.

Ela é vista duante o encontro dos Comensais da Morte na Mansão Malfoy e participa da batalha final de Hogwarts. Por tudo isso, parece que ela não tem a Marca Negra, mas é membro da turma de Voldemort e ainda obedece as ordens dele. Não se sabe porque ela nunca teve a Marca Negra (ou porque Voldemort nunca deu a Marca a ela), no entanto é possível que Voldemort estivesse satisfeito com os serviços dela através de Lucius, e portanto nunca achou prudente fazer dela um Comensal da Morte oficial. Pode ser, simplesmente, que Voldemort não confiasse nas mulheres o suficiente para lhes dar a posição oficial.

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar