Introdução à Biologia/Biologia Humana/Regulação e Homeostasia

IntroduçãoEditar

O corpo humano é formado por trilhões de células trabalhando em conjunto para manter o funcionamento adequado de todo o organismo. Embora os diversos tipos de células encontrados no corpo humano desempenhem funções distintas, todas tem necessidades metabólicas semelhantes: glicose, oxigênio, sais minerais, remoção das excretas, etc. A manutenção de um meio interno constante com tudo que a célula precisa, é essencial para o funcionamento saudável da célula e de todo o corpo. Os diversos processos pelo qual o corpo regula seu ambiente interno são referidos coletivamente como homeostase.

O que é homeostase?Editar

Homeostase, de um modo geral, é definida como equilíbrio ou estabilidade. É a tentativa do corpo de manter constante seu ambiente interno. A manutenção da estabilidade do ambiente interno exige um constante monitoramento das condições que podem alterar o equilíbrio interno. Esse ajuste dos sistemas fisiológicos do corpo é chamado de regulação homeostática.

A regulação homeostática necessita de 3 mecanismos para seu funcionamento: o receptor, o centro de controle e o efetor.

O receptor capta as informações do ambiente externo que pode alterar o no meio interno. O centro de controle ou centro de integração, recebe e processa a informação captada pelo receptor. Por fim, o efetor responde aos comando do centro de controle, promovendo determinada resposta, com a finalidade de retorno ao equilíbrio inicial. Esse processo funciona continuamente para restaurar e manter a homeostase, ou seja, o equilíbrio interno do organismo. Por exemplo, na regulação da temperatura corporal, há receptores de temperatura na pele que enviam informações para o cérebro (cento de controle) que por sua vez, envia ordens para os vasos sanguíneos, coração, pulmôes e glândulas sudoríparas presentes na pele!