Introdução à física/Circuitos elétricos

Lei de OhmEditar

A lei de Ohm enuncia que: A intencidade da corrente eléctrica num circuito, é direitamente proporcional à tensão do circuito e inversamente proporcional à sua resistência eléctrica. A lei de Ohm descreve a relação entre Tensão, Resistência e Corrente.

 

A voltagem é medida em Volts(V), a corrente em ampères(A)e a resistência em ohms(Ω)

Exemplo 1Editar

Aqui temos um circuito com uma dada voltagem e resistência.

 

A corrente I será então dada por:

 

Exemplo 2Editar

Aqui temos um circuito com uma dada corrente e resistência.

 

A voltagem medida nos terminais da resistência R será então dada por:

 

Leis de KirchhoffEditar

As leis de Kirchhoff são duas leis que descrevem a conservação de carga e conservação de energia num circuito elétrico. São de grande utilidade para deduzir as equações que descrevem um circuito elétrico. Ambas as regras podem ser obtidas a partir das Equações de Maxwell.


Lei das Correntes ou Lei dos Nós (Kirchhoff Current Law - KCL)Editar

Num dado nó a soma das correntes que entram é igual a soma das correntes que saem:

 

Exemplo 1Editar

Neste circuito temos:  

Exemplo 2Editar

Obtemos:  

GeneralizaçãoEditar

A fórmula anterior, pode ser sumarizada como: "A soma algébrica das correntes num dado nó de um circuito é nula."

 

Aplicando esta formula aos dois exemplos anteriores, teríamos:

 

 


Lei das tensões ou Lei das Malhas (Kirchhoff Voltage Law - KVL)Editar

A soma das diferenças de potencial elétrico (d.d.p.) em um circuito fechado é nula:

 

Exemplo 1Editar

Exemplo 2Editar

Divisor de tensãoEditar

O divisor de tensão ocorre sempre em que aparecem dois ou mais resistores em série. Neste caso, a tensão no nó entre os dois resistores se torna uma fração da tensão de entrada. Neste caso, voltagem   será dada por: