Mitologia afro-brasileira/Oxum

É o orixá das águas doces. Corresponde a uma personalidade alegre, infantil, frágil e sedutora. Carrega como instrumento um espelho, pois é muito vaidosa. Sua cor no Candomblé é o amarelo-dourado, e na Umbanda é o azul claro ou escuro, simbolizando seu gosto por luxo e riqueza.

Oxum incorporada, no terreiro de candomblé do Ile Ase Ijino Ilu Orossi.
Canal do Midi, Toulouse, França
Oxum

Dentro da mitologia, Oxum possui muitos amores, como Oxóssi, Ogum e Xangô.