Português/Classificação das palavras/Verbos/Verbos auxiliares

Crystal Clear app xmag.png Ver também: Semântica verbal

Verbo auxiliar é todo verbo que forma locução verbal com outro verbo (denominado verbo principal) e que formam apenas uma oração. Veja:

Estou dizendo o que vi.

Podemos encontrar duas orações, uma principal (Estou dizendo) e uma subordinada (o que vi), porém, três verbos (estar, dizer e ver). Quando ocorrem com verbos ativos ou relacionais (verbos que não são auxiliares), o número de verbos é igual ao número de orações, mas neste caso temos apenas dois verbos que não são auxiliares, logo, duas orações.

ClassificaçãoEditar

Os verbos auxiliares são dividos em três grupos distintos:

  • Temporais (VAT);
  • Modais (VAM);
  • Aspectivos (VAA).

É importante saber que todos os verbos que veremos são considerados auxiliares porque estes formam um locução com outro verbo chamado de verbo principal.

TemporaisEditar

Verbos auxiliares temporais servem para indicar algo de modo alternativo.

Os verbos auxiliares temporais podem ser identificados na locução verbal ou junto a verbos no infinitivo impessoal (flexão do verbo quando terminado em -ar, -er, -ir, -or), particípio (flexão do verbo quando terminado em -ido(s), -ida(s), -ado(s), -ada(s)) ou gerúndio (flexão do verbo quando terminado em -ndo). De acordo com o verbo auxiliar e a forma nominal que o acompanha (infinitivo, particípio ou gerúndio), classificamos os tempos e as locuções (veja na próxima página). A seguir, os verbos auxiliares temporais:

SerEditar

O verbo ser além de empregado com verbo auxilar, pode também ser empregado como verbo de ligação. O uso deste verbo como auxiliar, é o seguinte:

A casa foi construída com tijolos por eles.
A comida será esquentada por ela.
A nossa pele era queimada pelo sol.
A laranja é descascada pelo garoto.

EstarEditar

O verbo estar também pode ser de ligação e auxiliar.

  • Na voz passiva, colocado antes do verbo ser no gerúndio, indica ações pouco duradouras, momentâneas:
A casa esteve sendo construída com tijolos por eles.
A comida estará sendo esquentada por ela.
A nossa pele estava sendo queimada pelo sol.
A laranja está sendo descascada pelo garoto.
  • Indica progressividade com o gerúndio ou com a preposição a com verbo no infinitivo (o agente da passiva torna-se sujeito paciente) - formando os tempos perifrásticos:
Eles estiveram construindo a casa com tijolos.
Ela estará esquentando a comida.
O sol estava queimando a nossa pele.
O garoto está descascando a laranja.

Ter e HaverEditar

  • Possuem os mesmos valores e concordâncias que o verbo ser estabelece na voz passiva (o pretérito perfeito e o mais-que-perfeito não são admitidos, já que estes verbos quando auxiliares já indicam a perfeição):
A casa tinha sido construída com tijolos por eles.
A comida terá sido esquentada por ela.
A nossa pele tinha sido queimada pelo sol.
A laranja tem sido descascada pelo garoto.
  • Também são considerados auxiliares se o verbo principal não for ser (formando os tempos compostos):
Eles tinham construído a casa com tijolos.
Ela tinha esquentado a comida.
O sol havia queimado a nossa pele.
O garoto tinha descascado a laranja.

IrEditar

  • Pode ser acompanhado por um verbo no infinitivo ou no gerúndio, formando o futuro breve (infinitivo) e progressividade (gerúndio):
Eles iam construindo/construir a casa com tijolos.
Ela irá esquentando/esquentar a comida.
O sol foi queimando/queimar a nossa pele.
O garoto vai descascando/descascar a laranja.

ModaisEditar

Os verbos modais, diferente dos temporais, atribuem certa característica ao verbo principal. Nestes casos, o verbo principal flexiona-se no infinitivo impessoal. Eles podem ser:

  • Deônticos - São verbos que exprimem obrigação (dever, necessitar, obrigar, precisar, ter de, etc):
Para passarmos de ano, precisamos estudar.
  • Epistêmicos - São verbos que exprimem possiblidades. Quando estes verbos se flexionam no futuro do pretérito (condicional), a ênfase à modalidade epistêmica é ainda maior (dever, poder, etc):
Podemos estudar hoje.
Observações:
  • Pelo fato de estes verbos atribuirem característica ao verbo principal, suas funções são idênticas às dos advérbios de modo (possivelmente, provavelmente, etc);
  • Se o verbo principal for substituido por complemento verbal, o verbo não trata-se mais de auxiliar, mas sim de transitivo. Exemplo:
Para passarmos de ano, precisamos de estudo. (verbo transitivo)

AspectivosEditar

São semelhantes aos verbos modais, dão característica ao verbo principal, que estará no infinitivo impessoal. A característica que esses atribuem são de estado da ação em relação ao tempo do enunciado, podendo ser:

  • de iniciação (colocar-se a, começar a, pôr-se a, etc):
Muitas pessoas puseram-se a sair de casa para viajar.
  • de continuação (andar, continuar a, ficar a, ir, permanecer a, seguir, vir a, etc):
Muitas pessoas permaneceram a sair de casa à noite.
  • de finalização (acabar, deixar de, terminar de, etc):
Muitas pessoas deixaram de sair de casa pela violência.
Observações: A preposição a + verbo no infinitivo impessoal pode ser substituida por verbo no gerúndio.

Semi-auxiliaresEditar

Alguns gramáticos consideram certos verbos como semi-auxiliares, outros, utilizam a classificação que é apresentada neste livro. Veja semântica verbal para ver a nossa classificação.