PostgreSQL Prático/Funções Internas/Matemáticas

5.2 – Funções MatemáticasEditar

Operadores Matemáticos

+, -, *, /, % (módulo, resto de divisão de inteiros), ^(potência), !(fatorial), @(valor absoluto)

| / - rais quadrada ( | / 25.0 = 5)

| | / - raiz cúbica ( | | / 27.0 = 3)


Algumas funções Matemáticas

ABS(x) - valor absoluto de x

CEIL(numeric) - arredonda para o próximo inteiro superior

DEGREES(valor) - converte valor de radianos para graus

FLOOR(numeric) - arredonda para o próximo inteiro inferior

MOD(x,y) - resto da divisão de x por y

PI() - constante PI (3,1415...)

POWER(x,y) - x elevado a y

RADIANS(valor) - converte valor de graus para radianos

RANDOM() - valor aleatório entre 0 e 1

ROUND(numeric) - arredonda para o inteiro mais próximo

ROUND(v, d) - arredonda v com d casas decimais

SIGN(numeric) - retorna o sinal da entrada, como -1 ou +1

SQRT(X) - Raiz quadrada de X

TRUNC (numeric) - trunca para o nenhuma casa decimal

TRUNC (v numeric, s int) - trunca para s casas decimais


Operadores Lógicos:

AND, OR e NOT. TRUE, FALSE e NULL


Operadores de Comparação:

<, >, <=, >=, =, <> ou !=

a BETWEEN x AND y

a NOT BETWEEN x AND y

expressão IS NULL

expressão IS NOT NULL

expressão IS TRUE

expressão IS NOT TRUE

expressão IS FALSE

expressão IS NOT FALSE

expressão IS UNKNOWN

expressão IS NOT UNKNOWN


OPERADOR NULL

Em SQL NULL é para valores inexistentes. Regra geral: NULL se propaga, o que significa que com quem NULL se combina o resultado será um NULL. NULL não zero, não é string vazia nem string de comprimento zero.

Um exemplo: num cadastro de alunos, para o aluno que ainda não se conhece a nota, não é correto usar zero para sua nota, mas sim NULL. Não se pode efetuar cálculos de expressões onde um dos elementos é NULL.


COMPARANDO NULLs

NOT NULL com NULL -- Unknown

NULL com NULL -- Unknown


CONVERSÃO DE/PARA NULL

NULLIF() e COALESCE()

NULLIF(valor1, valor2)

NULLIF – Retorna NULL se, e somente se, valor1 e valor2 forem iguais, caso contrário retorna valor1.


Algo como:

if (valor1 == valor2){

then NULL

else valor1;


Retorna valor1 somente quando valor1 == valor2.

COALESCE – retorna o primeiro de seus argumentos que não for NULL. Só retorna NULL quando todos os seus argumentos forem NULL.

Uso: mudar o valor padrão cujo valor seja NULL.

create table nulos(nulo int, nulo2 int, nulo3 int);

insert into nulos values (1,null,null);

select coalesce(nulo, nulo2, nulo3) from nulos; - - Retorna 1, valor do campo nulo;

select coalesce(nulo2, nulo3) from nulos; - - Retorna NULL, pois ambos são NULL.


GREATEST - Retorna o maior valor de uma lista - SELECT GREATEST(1,4,6,8,2); - - 8


LEAST - Retorna o menor valor de uma lista.

Todos os valores da lista devem ser do mesmo tipo e nulos são ignorados.

Obs.: Ambas as funções acima não pertencem ao SQL standard, mas são uma extensão do PostgreSQL.


CONCATENANDO NULLs

A regra é: NULL se propaga. Qualquer que concatene com NULL gerará NULL.

STRING || NULL -- NULL

Usos:

- Como valor default para campos que futuramente receberão valor.

- Valor default para campos que poderão ser sempre inexistentes.


NULL ou não NULL, eis a questão!

Bom artigo do Luiz Paulo de Oliveira Santos no Dicas-L

http://www.dicas-l.com.br/freedb/freedb_20060926.php