Problemas do meio ambiente/Dificuldades para resolver problemas

Quando o homem começou a desenvolver atividades econômicas nocivas ao meio ambiente, elas eram feita em baixa escala e não causavam sérios impactos ambientais, porque os problemas ficavam concentrados no lugar danificado.

Com o passar do tempo o desenvolvimento de atividades que causa impactos ambientais se expandiu muito pelo mundo. Atualmente todos os países do mundo possuem automóveis, que causam poluição do ar.

Os países que mais liberam dióxido de carbono na atmosfera são EUA e China. O primeiro é o maior produtor de lixo do mundo, além de ser o mais consumista, movendo a economia de vários países de onde os EUA importa. O segundo é o país mais populoso do mundo e o pouco de poluição per cápita, para transporte e produção de bens de cada chinês, quando somadas gera um número muito grande, o que é esperado. Entretanto, a China é o país do mundo onde as atividades econômicas mais cresce e a poluição relativa está crescendo muito.

Consumismo e superproduçãoEditar

A economia de vários países são movidas pelo consumismo, e em momentos de crise, o estímulo do consumo é a solução. Isso na verdade é desastroso para o meio ambiente. É comum encontrar produtos com vida útil curta propositalmente, apesar das comprovações não existirem. Além disso há muito produtos que possuem modelos descartáveis, cuja existência não é necessária e pode ser substituído pelo modelo reutilizável, como é o caso dos copos descartáveis.

O reaproveitamento de produtos que ainda podem ser usados, reparo de produtos com simples estragos ao invés de descartá-los, e reciclagem do lixo são boas soluções para o problema.

SuperpopulaçãoEditar

A grande aumento na população humana causa impactos no meio ambiente, pois se torna necessário mais áreas agrícolas para produção de comida, mais energia elétrica para residências, mais combustíveis para veículos e é necessário uma grande produção industria para cobrir as necessidades de todos.