R (linguagem de programação)/Pacotes

Pacotes (em inglês packages) em R são bibliotecas contendo funções e dados, que não tem uma utilidade geral, mas são importantes para alguma finalidade específica. Por exemplo, o pacote USCensus2010 contém essencialmente vários dados sobre o Censo dos Estados Unidos de 2010, com algumas funções auxiliares para tratar estes dados.

Lista de pacotesEditar

A lista de pacotes encontra-se disponível no site CRAN (Comprehensive R Archive Network), localizado em http://cran.r-project.org/ e em seus mirrors. Cada pacote é identificado por um nome, uma string alfanumérica, iniciada por uma letra e case-sensitive; por exemplo bigRR, HotDeckInputation ou R2jags.

InstalaçãoEditar

A instalação pode ser feita dentro do R. Recomenda-se que esta instalação seja feita em alguma conta com privilégio de adminstrador (root, no caso de Linux) de forma a torná-la disponível para todos usuários.

Para obter ajuda sobre a instalação de pacotes, basta comandar ?install.packages.

A forma mais simples é invocando esta função, passando como parâmetros um pacote (pelo nome) ou uma lista de pacotes, por exemplo:

install.packages("Bessel") # instala apenas o pacote "Bessel")
install.packages(c("fOptions", "fTrading")) # instala os pacotres "fOptions" e "fTrading"

Esta função resolve o dependency hell, ou seja, caso um pacote seja dependente de outro pacote, não será necessário instalar explicitamente o pacote que causa a dependência.

Nem sempre, porém, install.packages funciona. Muitas vezes esta função é bloqueada, por exemplo, por algum Firewall. Neste caso, a instalação pode ser feita de forma semi-manual, em duas etapas:

1) Baixar o pacote do CRAN 2) Instalar o pacote baixado

Para o passo (1), é preciso ir até o CRAN, selecionar o pacote e fazer o download para o computador. Por exemplo, a página do pactore tseries, http://cran.r-project.org/web/packages/tseries/index.html , mostra a versão, as dependências e as versões dependentes do sistema operacional (source, para usar em Linux, MacOS e Windows).

Para o passo (2), este pacote deve ser carregado pelo R, usando a função Pacotes, Instalar pacote(s) a partir de arquivos zip locais... (no caso de Windows, existe um comando semelhante para outros sistemas operacionais).

Esta instalação tem o problema do dependency hell, quanto maior a complexidade do pacote, maior a quantidade total de pacotes que deve ser instalada. Por exemplo, para instalar growthrate, http://cran.r-project.org/web/packages/growthrate/index.html , é preciso instalar Matrix, clime e mvtnorm, que, por sua vez, requerem a instalação de lattice e lpSolve.