Sexo/Conclusão

A disponibilização de informações sobre sexo na mídia exerce um efeito salutar, na medida em que permite permite se aproveitar dos benefícios do sexo (prazer, relaxamento das tensões, geração de filhos), separando-os dos seus efeitos maléficos (gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissíveis, abuso sexual de crianças e adolescentes, estupros). A maior quantidade de informações cientificamente válidas disponíveis sobre o tema pode teoricamente levar a população a tomar melhores decisões individuais e coletivas sobre o tema. Há de se destacar, também, a contínua evolução da ciência no tocante aos conhecimentos sobre o sexo[1]. Tal evolução tende a proporcionar à humanidade, cada vez mais, condições de se atingir uma vida sexual mais plena, satisfatória e saudável para todos.

1975 Quebec-Canada.JPG

É importante salientar ainda a relação entre sexo e ecologia: a difusão dos meios anticonceptivos é fundamental para o controle populacional. O excesso populacional pode ter efeitos trágicos sobre a ecologia e a economia mundial, na medida em que os recursos naturais do planeta são limitados.

Favela na periferia do Cairo, no Egito

Referências