Bichos da mata/Jupará

Jupará.

JuparáEditar

AparênciaEditar

Esse bicho também é conhecido como Quincajú e as vezes é chamado de macaco-da-noite. Na verdade se você olhar bem para a foto, vai ver que ele é meio misturado. Parece um pouco de macaco, um pouco de urso e um pouco de gato.

Ele tem braços e pernas curtos e sua cauda é do mesmo tamanho do corpo, ele usa a cauda para se pendurar nos galhos das árvores. Sua pelagem é densa e macia, parece um veludo e pode ser marrom avermelhada ou castanha. A cabeça do jupará é meio redonda, as orelhas são pequenas e o focinho é achatado tendo a língua longa e fina. Tem garras curtas e afiadas e tanto as palmas das mãos como as solas dos pés não têm pelos.

Onde vive?Editar

No Brasil, um dos lugares onde vive o jupará é a floresta amazônica por perto dos grandes rios.

AlimentaçãoEditar

Seu alimento preferido são as frutas mas também comem sementes, flores, mel, pequenos insetos, larvas de insetos e folhas novas. Eles têm facilidade de se alimentar de flores graças a língua fina e comprida.

Em cativeiro comem frutas, vegetais, carne, ovos e melado.

 
Ilustração.

HábitosEditar

Ele é um animal que gosta de viver à noite, durante o dia dorme bem escondido. O jupará sobe nas árvores com muita agilidade, pulando de galho em galho, sempre auxiliado por sua cauda, e é nos ocos das árvores que ele mora.

Eles vivem sozinhos ou aos pares. Quando está em cativeiro é um bicho muito brincalhão, assim como os macacos.

ReproduçãoEditar

Os filhotes do jupará nascem sempre no verão e o período de gestação varia de 98 a 120 dias. Nascem entre 2 e 4 filhotes e com 7 semanas eles já começam a se pendurar nos galhos pela cauda.

PredadoresEditar

Além das onças, o jupará é caçado por causa de sua carne, que dizem ser saborosa, e por índios que usam seu pelo para fazer colares e braçadeiras.