Budismo/História do Budismo: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
[edição não verificada][edição não verificada]
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
 
Porém esta expansão do Budismo sofreu um revés a partir do século VII, com a expansão do Islamismo. Os muçulmanos somente toleraram cristãos e judeus, que seguiam a Bíblia, mas não budistas, por considerarem que o Budismo não se baseava na Bíblia. Com isto, em sua expansão os muçulmanos destruíram importantes centros budistas, como Nalanda, na Índia. Somado ao ressurgimento do Hinduísmo na Índia, isto ocasionou a virtual extinção do Budismo na Índia, em Bangladesh, na Indonésia, no Paquistão, no Afeganistão e no oeste da China.
Nos países em que o Budismo sobreviveu, ele sofreu influências das religiões nativas. Por exemplo, no Tibete, ele se fundiu à religião Bon nativa, originando a versão tibetana do Budismo, também chamada Lamaísmo. Na China, o Budismo foi influenciado pelo culto taoísta da natureza, originando a seita Ch´an, que recebeu na Coréia o nome Sun, e no Japão, o nome Zen. Esta escola budista originou importantes elementos da tradicional cultura oriental, como o ikebana, o bonsai, oa pintura sumi-e e artes marciais como o kung-fu, o karatê, o judô, o kendô, o Iai-dô, o Aikidô e o tae-kwon-dô, assim como a figura dos samurais.
 
[[Image:Kusunoki masashige.jpg|350px|center|thumb|Estátua Japonesa Representando Um Samurai]]
O Budismo somente conseguiu penetrar no ocidente por volta do século XIX, através do interesse dos intelectuais europeus pela cultura oriental. Das vertentes do Budismo, foi o Zen que penetrou primeiro, através de escritores japoneses como D. T. Suzuki e Taisen Deshimaru.
A partir do final do século XX, com a ascensão da figura do Dalai Lama Tenzin Gyatso ao posto de celebridade mundial, o Budismo Tibetano passou a ocupar a liderança entre as seitas budistas em termos de projeção e expansão mundial.
 
 
[[Image:Tenzin Gyatzo foto 1.jpg|200px|center|thumb|Dalai Lama Tenzin Gyatso]]
 
 
[[File:Buddhist population numbers.png|center|600px|thumb|Mapa Da População Budista Atual, em números absolutos: Em Vermelho, Grande Número De Budistas; Em Rosa, Número Médio De Budistas]]
Utilizador anónimo