Diferenças entre edições de "Civilização Egípcia/Segundo período intermediário"

m
correção de afluentes (AWB)
m (correção de afluentes (AWB))
[[Introdução à História I: Civilização Egípcia|Civilização Egípcia/Índice]]
 
<center><font size="+2"> Segundo Período Intermediário </font></center><br/>
 
<center><font size="+1">1650-1550 a.C</font></center><br/>
 
A 16ª Dinastia foi novamente de reis pastores, em número de trinta e dois.
[[Image:TurinPapyrus1.jpg |thumb|300px|right| Papiro de Turim]]
Na 17ª Dinastia reinaram paralelamente os reis pastores e os reis tebanos, quarenta e três reis em cada linhagem durante cento e cinqüenta e um anos.
 
 
O que Apophis realmente queria era deixar bem claro quem mandava no Egito. O problema é que vivendo em sua cidade fortaleza no Delta, ele não se deu conta da capacidade de reação dos egípcios.
[[File:Mesehtisoldiers.JPG| thumb|200px|right|infantaria egípcia]]
Tao II, descendente dos grandes faraós, imediatamente declarou guerra aos governantes estrangeiros. Acompanhado de seu filho Kamose, sua pretensão era juntar exércitos a medida que marchava até o Delta.
 
Ahmose-Nefertari recebeu cultos após sua morte e foi a primeira rainha conhecida como Esposa do Deus Amon. Também usava os títulos de Senhora das Terras, Senhora dos Países Estrangeiros, Senhora das Duas Terras.
 
{{AutoCat}}
 
[[nl:Koningen aan de Nijl/Tweede tussentijd]]
 
{{AutoCat}}
543

edições