Santos católicos/Biografias: diferenças entre revisões

1 206 bytes adicionados ,  29 de janeiro de 2010
Adicionei dados.
[edição não verificada][edição não verificada]
(Complementei uma legenda.)
(Adicionei dados.)
NOSSA SENHORA DO PILAR: segundo a lenda, São Tiago Maior, enquanto pregava o Evangelho em Saragoça, na Hispania romana, presenciou uma aparição de Maria, mãe de Jesus, que na época ainda vivia na Terra Santa. Maria teria aparecido a São Tiago Maior e seus companheiros em cima de um pilar, pedindo que aí se construisse uma igreja. Tal igreja corresponde à atual Basílica de Nossa Senhora do Pilar, em Saragoça, na Espanha.
[[File:Pilar noche.jpg|center|300px|thumb|Basílica de Nossa Senhora do Pilar, em Saragoça, Espanha]]
SANTA EULÁLIA DE BARCELONA: Eulália foi uma jovem cristã que viveu na cidade espanhola de Barcelona, durante a dominação romana. Forçada pelas autoridades romanas a renegar sua fé e a oferecer sacrifícios aos deuses romanos, Eulália se negou. Como punição, as autoridas romanas determinaram que ela fosse exposta nua em praça pública. Mas, miraculosamente, uma súbita nevasca fora de época (pois já era primavera) fez com que seu corpo nu fosse coberto pela neve. As autoridades romanas decidiram então colocá-la dentro de um barril com vidro quebrado e cravos e jogar o barril encosta abaixo. É a padroeira da cidade espanhola de Barcelona.
[[File:Baixada de Santa Eulàlia.jpg|center|200px|thumb|''Baixada de Santa Eulália'', rua de Barcelona onde teria ocorrido o martírio da santa]]
[[File:Sta-eulalia.jpg|center|200px|thumb|Catedral de Barcelona, dedicada a Santa Eulália]]
SANTA TERESA D´ÁVILA: foi uma religiosa espanhola que viveu no século XVI. Desde a infância era atraída pela vida religiosa, e tentou fugir para a África para sofrer o martírio nas mãos dos muçulmanos e alcançar o Céu, mas foi pega por parentes nas vizinhanças de sua casa. Já adulta, ingressou na vida religiosa como freira, mas achou o regime no convento muito leve e fundou um novo convento, com disciplina mais rigorosa. Prosseguiu fundando conventos e escrevendo livros sobre suas experiências até a morte, em 1582, na cidade de Alba de Tormes.
 
Seu dia é o 17 de março.<ref>ALVES, J. B. ''Os Santos de Cada Dia''. 7ª edição. São Paulo: Edições Paulinas, 1990. p.158</ref>
[[File:St. Patrick's Cathedral (New York) 1.jpg|center|350px|thumb|Interior da Catedral de São Patrício, em Nova Iorque]]
SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA: foi um frade franciscano espanhol que viveu no século XVI. Nasceu em Alcântara, na Extremadura espanhola. Estudou Direito na Universidade de Salamanca, mas abandonou os estudos para ingressar na vida religiosa. Fundou muitos mosteiros em Portugal. Era o santo padroeiro do Brasil na época imperial, mas a semelhança de seu nome com o nome dos imperadores brasileiros fez com que fosse esquecido, após a proclamação da república brasileira, em 1889.<ref>http://leopoldina-flores.blogspot.com/2009/09/o-santo-padroeiro-do-brasil-imperio.html</ref>
[[File:Catedral petropolis.jpg|center|200px|thumb|Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, no Brasil]]
SÃO SEBASTIÃO: nascido em Milão, era um capitão do exército romano na época do imperador Diocleciano. Denunciado por ser cristão, foi amarrado a um tronco de árvore e teve seu corpo flechado, mas sobreviveu. Foi então açoitado até a morte e jogado no esgoto, no ano de 284.<ref>ALVES, J. B. ''Os Santos de Cada Dia''. 7ª edição. São Paulo: Edições Paulinas, 1990. pp.44-45</ref>
2 529

edições