Logística/Gestão de armazéns/Recepção e expedição/Princípios da recepção e da expedição: diferenças entre revisões

correcçao
[edição não verificada][edição não verificada]
(correcçao)
(correcçao)
{{Nav2|'''[[Logística/Gestão de armazéns/Recepção e expedição|Recepção e expedição]]'''|[[../Actividade de recepção e expedição|Actividade de recepção e expedição]]|[[../Planeamento do espaço para a recepção e para a expedição|Planeamento do espaço para a recepção e para a expedição]]}}
== Princípios da recepção e da expedição ==
 
'''Princípios da recepção'''
 
Os seguintes princípios servem como guia da actividade de recepção por forma a dar-lhe uma maior dinâmica. Estes pretendem simplificar o fluxo de material através da actividade de recepção e garantir que os requisitos são cumpridos através do mínimo de trabalho. Os princípios da recepção são ([[Logística/Referências#refbTOMPKINS|Tompkins et al., 1996, p. 397-400]]):
# Minimizar ou eliminar os percursos a pé, movimentando os materiais através das estações de trabalho em vez dos trabalhadores - Um método eficaz para aumentar a produtividade da ''separação e preparação de pedidos'', principalmente quando se tem de realizar diversos processos nos materiais,tais como: embalar, contar e etiquetar será a de colocar as [[w:Stock|existências]] no local de ''satisfação de pedidos'' que deverá estar equipado com a devida ajuda e informação necessárias para realizar os processos atrás mencionados. O método referido deverá ser também utilizado na actividade de recepção pois implica a movimentação de cargas e em certos casos um manuseamento específico ([[Logística/Referências#refbTOMPKINSC|Tompkins et al.,p.410-411 2003]]).
 
'''==Princípios da expedição'''==
 
Diversos princípios que são aplicados na actividade de [[w:Recepção|recepção]] poderão ser utilizados na actividade de expedição embora estes sejam sempre no sentido inverso, entre os quais temos: carregamentos directos(inverso do descarregamento directo), preparação prévia da recepção de produtos(pré-recebimento) e ordenação de produtos nos locais apropriados. Existem ainda alguns princípios que são tidos como de boa prática, que são: agrupamento e fixação segura de cargas, carregamento automatizado e a gestão de docas. Deste modo os princípios mencionados actuam como um guia da actividade de expedição que lhe proporcionará uma maior dinâmica, pois pretende-se simplificar o fluxo de material para a actividade de expedição e assim assegurar de que satisfazendo as condições impostas se realiza o mínimo de trabalho. Os princípios da expedição são ([[Logística/Referências#refbTOMPKINS|Tompkins et al., 1996, p. 400-402]]):
323

edições