Introdução aos Conceitos de Filosofia/Lição III: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
[edição não verificada][edição não verificada]
(Atualizando a categoria do livro, com AutoCat (detalhes). utilizando AWB)
Sem resumo de edição
Devido ao mesmo ceticismo esboçado acima (o qual trataremos melhor mais adiante), algumas correntes de pensamento não exigem (ou mesmo tomam como impossível) que o conhecimento (ou ao menos alguns gêneros de conhecimento) esteja necessariamente atrelado a uma verdade inequívoca. Por exemplo, para o positivismo-lógico, a ciência lida com a probabilidade de ser verdade; enquanto para o racionalismo crítico, a ciência refina suas pretensões de verdade.
 
===''a priori'' &e ''a posteriori''===
O conhecimento tende a ser dividido em duas categorias: Formal e Empírico. David Hume preferiu chamá-los respectivamente de "''relações de idéias''" e "''questões de fato''".<sup>[[Introdução aos Conceitos de Filosofia: Conceitos de Epistemologia#Referências|2]]</sup> Já Immanuel Kant chamou-os respectivamente de "''a priori''" e "''a posteriori''"<sup>[[Introdução aos Conceitos de Filosofia: Conceitos de Epistemologia#Referências|3]]</sup>. Dentro da primeira categoria de conhecimento estaria a Matemática (Lógica, Geometria, Aritmética, Álgebra etc.) e pretensamente a Metafísica. Já a segunda contém as Ciências Naturais (Física, Química, Biologia etc.), as Ciências Humanas (História, Sociologia, Antropologia etc.) e o conhecimento ordinário de mundo.
 
10

edições