Introdução aos Conceitos de Filosofia/Lição III: diferenças entre revisões

m
afluente
[edição não verificada][edição não verificada]
m (Correção de afluentes dos capítulos do livro de lógica (\[\[([^\n]*): ([^\n]*)\]\] --> [ [$1/$2]]) e de typos utilizando AWB)
m (afluente)
1º) Conduz inexoravelmente dos princípios às conclusões. É a razão que conduz das premissas “Todo A é B” e “Todo B é C” à conclusão “Todo A é C”. É a razão que conduz de “2x+10=20” a “x=5”, dos postulados de Euclides ao teorema de Pitágoras.
 
2º) É a razão que garante seus próprios princípios gerais. É a razão que garante os postulados de Euclides, que a contradição deve ser rejeitada (ver [[Lógica Tradicional: /Princípios e as Proposições Categóricas#Princípios da Lógica tradicional#Não-contradição|Princípio de não-contradição]]), que toda coisa é igual a si mesma (ver [[Lógica Tradicional/Princípios e as Proposições Categóricas#Princípios da Lógica tradicional#Identidade|Princípio de identidade]]) etc.
 
Segundo esta perspectiva, a razão também estrutura todo conhecimento válido. Seja a geometria euclidiana, a física newtoniana ou o sistema planetário copernicano, todas as proposições (teoremas, leis, princípios, axiomas etc.) que constituem estes ou qualquer outro sistema de conhecimento válido são consistentes entre si (não se contradizem).