Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Hipogrifo


Hipogrifo
  • tipo = Criatura voadora
  • características = cabeça e asas de águia, corpo de cavalo.
  • Aparece pela Primeira Vez = O Prisioneiro de Azkaban


Visão GeralEditar

Um Hipogrifo é uma criatura que possui o corpo, as patas traseiras e a cauda de cavalo; mas, as patas da frente, as asas e a cabeça são de uma águia gigante, com um bico cruel cor de aço e olhos brilhantes alaranjados. As garras das patas da frente possuem uns quinze centímetros e parecem mortais.

Descrição EstendidaEditar

SpoilerEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

No livro O Prisioneiro de Azkaban somos apresentados aos Hipogrifos por Hagrid, que estava ensinando Trato das Criaturas Mágicas. Como a maioria das criaturas favoritas de Hagrid, os Hipogrifos são bastante perigosos.

"Coisas Que Você Precisa Saber Sobre Hipogrifos"Editar

(como foram mencionadas por Rubeus Hagrid no livro O Prisioneiro de Azkaban)

  • eles são orgulhosos
  • eles se ofendem facilmente
  • nunca insulte um Hipogrifo, porque pode ser a última coisa que você faça
  • sempre espere que o Hipogrifo faça o primeiro movimento
  • eles são educados
  • procure não piscar ao encarar um, o Hipogrifo não vai confiar em você se piscar muito
  • nunca puxe uma pena do Hipogrifo, ele não vai gostar
  • para montar um Hipogrifo, suba logo atrás da junção da asa

Se Aproximando de Um HipogrifoEditar

Porque eles são educados, existe uma maneira apropriada de se aproximar deles. “ Caminhe na direção dele, ou dela, e faça uma mesura, e espere. Se ele ou ela também fizer uma mesura você pode tocá-lo. Caso ele, o ela não responda seu cumprimento, então corra porque porque aquelas garras machucam para valer. “

AnáliseEditar

Numa entrevista que aconteceu na época do lançamento do terceiro filme, os animadores responsáveis pelas sequencias envolvendo Hipogrifos, comentaram que tiveram muito pouco material para trabalhar. Os Hipogrifos são mencionados na mitologia Trouxa, e são descritos mas, aparentemente raramente são representados.

Por causa disso, há algumas perguntas sobre o porquê os Hipogrifos foram escolhidos para fazer parte do livro. Recapitulando a história, vemos que era preciso uma forma de ajudar Sirius Black a fugir. Uma que permitisse a ele sair da Inglaterra de maneira rápida e segura. Uma vez que já havia o aviso sobre o fugitivo no mundo mágico e no mundo Trouxa, a única maneira seria escapar voando num objeto mágico. A vassoura de Harry, é claro, seria uma; porém, Sirius a comprou para Harry e seria esquisito, além do mais difícil de explicar o fato de Harry ter dado a vassoura para Sirius escapar. Portanto era preciso encontrar outros meios de fazer Sirius fugir voando. Não vimos nenhum tapete mágico, e não veríamos; existe alguma razão para não permitir sua importação, como descobriremos em O Cálice de Fogo. Sirius deu sua moto voadora para Hagrid, e o carro voador de Mr. Weasley parece não agüentar uma longa viagem, mesmo que ele abandonasse seu lar na Floresta Proibida.

Portanto temos que encontrar outras maneiras de voar; e a autora, aparentemente usou a mitologia Trouxa para encontrar uma criatura que voasse e fosse grande o bastante e com bom temperamento o suficiente para ser montada. As características dos Hipogrifos, como citadas acima, são pura invenção, mas são úteis para observarmos aspectos do caráter de Hagrid, que começamos a apreciar. Assim também servem para mostrar o caráter de Draco Malfoy e de seu pai, Lucius. Além do mais servem para dar um tema extra para a história, sobre o valor e o significado da amizade, e isso permite a partida de Bicuço sem maiores problemas.

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar