Guia dos Trouxas para Harry Potter/Magia/Runas Antigas


Runas Antigas
  • tipo = Matéria
  • características = aulas freqüentadas por Hermione


Visão GeralEditar

Runas Antigas é o estudo das escritas rúnicas. Runas são figuras desenhadas para serem riscadas em superfícies duras, como pedras e são compostas quase que totalmente de linhas retas. Essa matéria é oferecida como eletiva, ensinada nos terceiro, quarto e quinto anos; aqueles com N.O.M.s suficientemente altos no curso podem passar para os exames N.I.E.M.s, nos anos sexto e sétimo.

Descrição EstendidaEditar

SpoilerEditar

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Ouvimos falar em Runas Antigas pela primeira vez, como uma matéria, no livro A Câmara Secreta, por volta da Páscoa. Os dois primeiros anos da educação de Harry seguiram com as matérias básicas: DCAT, Poções, Feitiços, Transfiguração, Herbologia, História da Magia e Astronomia, no lugar de educação física a matéria Vôo. Como o inicio do terceiro ano se aproxima, os alunos devem escolher algumas matérias seletivas para adicionar ao currículo básico. Hermione escolhe todas as matérias oferecidas, incluindo Runas Antigas e fica com essa matéria até o fim de seu período em Hogwarts.

Hermione faz uso do seu conhecimento de Runas Antigas no livro As Relíquias da Morte, onde ela herdou uma antiga edição de “Os Contos de Beedle, O Bardo”. É graças a sua habilidade em decifrar essas runas, que vamos aprender a História dos Três Irmãos, e então descobrir a natureza das Relíquias da Morte. Enquanto Hermione freqüenta essas aulas, não sabemos nada a respeito da matéria. É possível que sua professora seja Bathsheba Babbling, mas nunca foi dito quem era o professor da matéria.

AnáliseEditar

O único propósito da introdução dessa matéria, parece ter sido para que Hermione fosse capaz de ler a edição do livro “Os Contos de Beedle, O Bardo”, que foi legado a ela pelo Professor Dumbledore. Poderíamos achar que esse legado teria sido cumprido da mesma forma, caso o livro fosse escrito em inglês. No entanto, criar um livro em runas serve para dois propósitos. Primeiro, isso indica claramente que o livro é extremamente antigo, tendo sido escrito num idioma que mais ninguém usa. Isso serve, entre outras coisas, para reforçar que os contos nessa edição, são os mais próximos possíveis do original. Segundo, é preciso que Hermione passe um longo tempo tentando descobrir o significado do símbolo das Relíquias da Morte, assim como aparece no conto do livro. Assim é preciso que ela faça com que Harry pense bastante sobre o símbolo, e depois o ligue à marca de Grindelwald, Xeno Lovegood e à assinatura de uma das cartas de Dumbledore, como aparece no livro de Rita Skeeter.

O único outro lugar onde vemos runas antigas, é na Penseira de Dumbledore. Embora Harry tenha reparado nelas, achamos que Hermione nunca percebeu e elas não têm importância na história, exceto como decoração e possivelmente como indicação da idade da Penseira.

PerguntasEditar

SpoilerEditar

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão CompletaEditar