Caminhos da história/Rota da seda/Cronologia básica

Cronologia super básicaEditar

Veja a cronologia completa em [1]

  • 3000 a.C. a seda é produzida pela primeira vez na China
  • 400 a.C. O império de Alexandre Magno se expande pela Ásia
  • 300 a.C.
    • Começa a expansão romana
    • O reino greco-bactriano se desenvolve na Ásia central
    • Os partos estabelecem seu império no Irã
    • A dinastia Han desenvolve seu vasto império
    • Pela primeira vez o papel é feito, na China
  • 200 a.C. O poder dos Han chega à região do Tarim. A rota da seda está sob o controle da China, a rota para o oeste é aberta
  • 100 a. C.
    • Os partos derrotam os romanos
    • Roma se torna oficialmente um império
  • ano 1
    • A seda é vista pela primeira vez, em Roma
    • O império Kushan é importante na Ásia Central. Sogdianos exercem o comércio na rota da seda
    • Com a estabilidade política a rota da seda se torna popular. As caravanas a percorrem tanto rumo sul quanto rumo norte, fazendo comércio.
    • O geógrafo greco-romano Cláudio Ptolomeu, escreve sua Geografia, tenta mapear a rota da seda
  • 100
    • Roma manda, por mar, seu primeiro enviado oficial à China
    • O império romano é o maior império da época e o maior mercado consumidor
    • Os quatro grandes impérios: romano, parto, kushan e chines, trazem estabilidade para a rota da seda
  • 200
    • A seda é transformada em roupas por toda a Ásia, ainda usando a técnica chinesa
    • O fim da dinastia Han fragmenta a China
    • Os impérios parto e romano, sofrem com ataques e invasões
  • 300 O segredo da sericultura começa a se espalhar ao longo da rota da seda
  • 400 Uma princesa chinesa contrabandeia alguns ovos do bicho-da-seda para fora da China. Criações do bicho começam a aparecer na Ásia central
  • 500 Criações do bicho-da-seda aparecem na Europa
  • 600
    • A dinastia Tang governa a China. Depois de dois séculos a rota da seda atinge seu auge
    • Os muçulmanos controlam a Mesopotâmia e o Irã junto com as rotas da seda e das especiarías
  • 700 Declinio da dinastia Tang e com ela da rota da seda
  • 1100
    • Gengis Khan une os mongóis e aí começa a expansão do império mongol
    • A tecelagem e produção da seda se estabelece na Itália
    • O papel-moeda é desenvolvido na China
    • Sob a pax mongólica, a rota da seda prospera novamente
    • O papel-moeda é introduzido na Ásia central e no Irã pelos mongóis
    • Marco Polo parte para o oriente
  • 1300
    • Timur Lang (Tamerlão) conquista a Pérsia, partes do sul da Rússia e norte da Índia, sua capital é Samarcanda
    • Uma terceira rota da seda surge ao norte
    • Ibn Battuta (1304-1369) é o primeiro árabe conhecido a percorrer a jornada de 750000 milhas rumo a China pela rota da seda
    • A peste negra se espalha pela Europa
  • 1400
    • Temendo o poder dos uigures, a China ming reduz o comércio e o tráfego na rota da seda
    • Tendo como objetivo comercializar a seda, a rota da seda chega ao fim
  • 1800 O professor alemão, barão Ferdinand Von Richthofen usa o termo rota da seda (seidenstrasse) pela primeira vez
  • 1900 Os europeus começam a viajar pela rota da seda


Essa cronologia se adapta ao texto, destacando apenas fatos pertinentes por onde vamos viajar.