Cozinha Fluminense/Comidas: diferenças entre revisões

Adicionei uma foto.
[edição não verificada][edição não verificada]
(Adicionei foto.)
(Adicionei uma foto.)
{{Navegação|[[Cozinha Fluminense|Índice]]|[[Cozinha Fluminense/Introdução|Introdução]]|[[Cozinha Fluminense/Bebidas|Bebidas]]}}
O alimento básico do fluminense é o arroz branco acompanhado de feijão, geralmente preto. O arroz foi trazido pelos portugueses, que descobriram este cereal através dos árabes. No Brasil, o cereal foi acrescentado ao feijão que já era consumido pelos índios. A esta combinação básica, se acrescentam carne de vaca, frango, linguiça, peixe (anchova, cação, tainha, salmão, manjubinha, sardinha, trilha, corvina etc.), salada (alface, tomate, pepino, cebola), legumes (abobrinha, batata, chuchu, aipim, cenoura), macarrão, farinha de mandioca. Tudo cozido com óleo (principalmente de soja), alho, cebola e sal. Folhas de louro podem ser usadas para temperar o feijão, assim como a salsinha e a cebolinha (combinação esta chamada de "cheiro verde") podem ser usadas para temperar as carnes. Individualmente, podem ser usados molho de pimenta e azeite para temperar os pratos, a gosto de cada um. Como sobremesa, são consumidos frutas diversas (laranja, abacaxi, melancia, uva etc.), tortas (de chocolate, nozes, ricota, limão etc.), goiabada com queijo etc.
[[File:HK TST Chungking Mansion Cke 大家樂 Cafe de Carol Restaurant Rice a.jpg|center|200px|thumb|Arroz]]
[[File:Black Beans 2.JPG|center|150px|thumb|Feijão preto]]
[[File:Butterdose.jpg|center|150px|thumb|Manteiga]]
[[File:Queijo Minas Frescal.JPG|center|150px|thumb|Queijo minas frescal]]
Entre as refeições, costumam-se comer "salgados" como coxinha de galinha (simples ou adicionada de catupiry), quibe, esfirra (de carne, queijo ou legumes), bolinho de aipim, pastel (de carne, frango, queijo, camarão ou palmito) assado ou frito, "joelho" (massa de farinha de trigo de formato retangular recheada com presunto e queijo mussarela), empada (de palmito ou de camarão) e risole (de palmito, camarão ou frango). Ou doces como sonho, folheado, bomba de chocolate, brevidade, suspiro etc. Estes doces são resquícios do século XIX, quando a cidade do Rio de Janeiro encheu-se de cafés e confeitarias ao estilo parisiense. Algumas delas sobrevivem até hoje, como a Casa Cavé e a Confeitaria Colombo.
[[File:Coxinha.jpg|center|150px|thumb|Coxinha de galinha]]
[[File:Sfiha.jpg|center|130px|thumb|Esfirra]]
[[File:Kibbeh.jpg|center|120px|thumb|Quibe]]
[[File:Suspiros.jpg|center|190px|thumb|Suspiros]]
[[File:ConfeitariaColombo1.jpg|center|200px|thumb|Confeitaria Colombo]]
Nos finais-de-semana, costumam-se reunir os amigos para fazer churrascos em casa, assando na grelha todos os tipos de carne: picanha, maminha, linguiça, peixe, asinha de frango, coração etc. Como acompanhamento, arroz branco, farofa, salada de maionese (batata e cenoura assadas e misturadas com maionese), pão francês e molho vinagrete (cebola, pimentão verde, tomate e vinagre). Ou então fazendo-se uma feijoada: feijão preto cozido com carne de porco e carne-seca, acompanhado de arroz branco, couve, torresmo, farofa e laranja. Se a opção for pela praticidade, pode-se optar por uma pizza: portuguesa (ovo, presunto, pimentão, azeitona, tomate, cebola), frango com catupiry, margherita (mussarela, tomate e manjericão) ou de mussarela. Para tornar a pizza ainda mais gostosa, o fluminense ainda coloca mostarda e ketchup.<ref>http://www.jesusmechicoteia.com.br/pizza-com-ketchup</ref>
[[File:Churrasco carioca.jpg|center|170px|thumb|Churrasco]]
2 529

edições