Finlandês

O finlandês (suomi em finlandês) é uma língua pertencente ao ramo fínico do grupo das fino-úgricas da família linguística das urálicas. Não é uma língua indo-europeia. Seus parentes linguísticos mais próximos são o estoniano, o carélio e as línguas sámi. É também distantemente um tanto parecida com o húngaro e várias línguas minoritárias faladas no norte da Rússia.

A ortografia é simples, inteiramente fonética, a língua tem abundância de vogais e um número menor de consoantes. A pronúncia também é fácil com o acento sempre na primeira sílaba. Porém, como o finlandês não possui artigos, é uma língua muito rica em declinações, 16 na linguagem cotidiana. Uma outra coisa que facilita a aprendizagem é que as palavras finlandesas não possuem gênero e, por exemplo, tanto ao homem como à mulher podem ser referidos com o mesmo pronome do singular da terceira pessoa, hän.

O fato de a gramática ser muito lógica facilita a aprendizagem de finlandês. Também, muitas coisas que parecem estranhas à primeira vista explicam-se pela história da língua. Neste sentido o finlandês é semelhante à matemática. Este desafio intelectual fascina muitos estudantes. Não obstante, ninguém precisa de ser matemático para conseguir estudar o finlandês.

O finlandês tem fama por ser uma língua difícil. Contudo, muitas coisas consideradas difíceis são apenas diferentes em comparação às línguas indo-europeias.

ConteúdoEditar

Etapas de desenvolvimento - 9 fases
Início:   Básico:   Criação:   Desenvolvimento:   Maturação:   Revisão:   Desenvolvido:   Finalização:   Abrangente:  

GramáticaEditar

VocabulárioEditar

BásicoEditar

A Wikipédia tem mais sobre este assunto:
Finlandês
Veja também