O caso dos livros de matemática

Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Bem, como "Roma não foi feita em um dia", vamos ver apenas os livros de matemática. Temos o Matemática elementar, que é explicitamente definido para o Segundo grau. Temos livros mais adiantados, que já estão "sincronizados" com o Matemática elementar, por exemplo Análise complexa e Álgebra abstrata. Mas faltam livros mais simples para matemática! Onde colocar a matemática do ginásio? E a matemática do primário? E porque a matemática do segundo grau é elementar, mas a física e a química são introdução? Talvez fosse interessante criar categorias por idade escolar.

Albmont (Discussão) 20h10min de 31 de agosto de 2009 (UTC)12h31min de 18 de agosto de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Sei lá, acho que nem se pensou na diferença entre estes nomes (elementar e introdução).

Perguntas: Na sua opinião, pelo que você viu nas páginas do "Matemática elementar", há muita coisa que não se adeque ao nível proposto (ensino médio/ segundo grau/ 3 anos antes da faculdade)? Ou ele está mais ou menos nos eixos e o que falta é criar um nível mais básico? Gostaria de criar um novo livro para o ensino fundamental (primeiro grau)? Haveria conteúdo do livro "Matemática elementar" que deveria ser movido para um livro de nível mais básico?

Helder (Discussão) 20h44min de 31 de agosto de 2009 (UTC)12h32min de 18 de agosto de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Os livros estão adequados ao nível proposto. O problema é faltarem livros mais básicos (Matemática fundamental para o ginásio? Introdução à Matemática para o primário?). E precisava ter um índice geral (ou uma categoria), conectando o nível escolar aos livros.

Albmont (Discussão) 21h17min de 31 de agosto de 2009 (UTC)12h33min de 18 de agosto de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Então, esta falta que faz não termos um "índice geral" para a área de matemática (e para as demais também) é algo que eu gostaria de resolver ao estilo Wikibooks: criarmos um espaço nominal "Assunto:". Um bom tempo atrás, a página "Matemática" foi apagada pelos motivos colocados na proposta de eliminação, e seu conteúdo era apenas uns três parágrafos copiados da Wikipédia e um aglomerado de ligações mais abaixo. Se em vez disso dispuséssemos de um namespace para colocar justamente este tipo de índice (vejam en:Subject:Mathematics), poderíamos ter simplesmente aprimorado o conteúdo existente (sintetizar o texto, organizar as ligações para os livros existentes, etc...). Uma seção correspondente ao "Standard Curricula" de en:Subject:Major Subjects serviria para fazer esta organização que você fala (conforme o estágio escolar).

Em termos da nomenclatura para (eventualmente) criarmos novos livros, se fosse de interesse ter um livro por sério/ano escolar, poderíamos usar "Matemática (Volume N)" (ao estilo dos livros de cálculo), com N indo de 1 a 4 para os livros do primário e de 5 a 8 para o ginásio (ou, levando em conta que agora as coisas vão de 1 a 9, sei lá como ficaria... precisaria me informar melhor... Confused.png). Eventualmente, o livro de Matemática elementar podía viar 3 volumes, correspondendo aos três anos do ensino médio. Mas se formos preferir um livro por grupo de séries (primário, ginásio, ensino médio), aí podíamos discutir os nomes mais adequados para estes grupos, já que virou mania ficar mudando de nome de tempos em tempos aqui no Brasil...

Helder (Discussão) 13h04min de 1 de setembro de 2009 (UTC)12h33min de 18 de agosto de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Sim, então temos como prioridade criar o tal índice geral dos livros didáticos. Depois é preciso pensar em uma forma de tratar as séries de uma forma consistente e independente do país - afinal, este é um projeto para a língua portuguesa, e não para o Brasil. Agora no Brasil as séries do (antigo Primeiro Grau) acabaram, e temos 1o ano (o antigo C.A.) até 9o ano (a antiga 8a série). Depois pula para outra coisa (Ensino Fundamental, Ensino Médio, ou sei lá que nome idiota que inventaram para o Segundo Grau), que tem três anos (ou seriam séries?). Mas vamos por partes: primeiro o índice!!!

Albmont (Discussão) 18h48min de 1 de setembro de 2009 (UTC)12h36min de 18 de agosto de 2010
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Índice geral? Seria algo como o antigo índice dos livros de química e física, por exemplo? que acabou resultando em "páginas de desambiguação"?

Jorge Morais (Discussão) 12h44min de 7 de setembro de 2009 (UTC)12h36min de 18 de agosto de 2010
 
 
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h06min de 17 de agosto de 2016

Livros por idade II, a Missão: De novo, dando uma olhada no livro de Matemática elementar, notei que o escopo do livro é o segundo grau, mas seus capítulos não estão consistentes com isso. Por exemplo, Matemática elementar/Geometria plana/Polígonos dá um enfoque de primeiro grau. Talvez fosse interessante dividir este livro em dois (ou mais).

Albmont (Discussão) 17h24min de 15 de setembro de 2009 (UTC)12h37min de 18 de agosto de 2010